Vigilância Sanitária capacita comerciantes sobre boas práticas

Cursos orientam sobre normas sanitárias na manipulação, higienização, conservação, armazenamento e exposição de alimentos

Ao longo de 2021, a Vigilância Sanitária de Maceió tem desenvolvido constantemente ações de capacitação sobre normas sanitárias para dirigentes e profissionais de diversos segmentos econômicos da capital. Os cursos abordam boas práticas de manipulação de alimentos e segurança alimentar, de forma que os produtos sejam comercializados dentro das normas sanitárias, garantindo, assim, a saúde de toda a população.

Capacitação para profissionais de supermercados. Foto: Visa Maceió

Um dos segmentos capacitados pelo Município foi o de comerciantes de pescados, que participaram de palestras sobre manipulação correta, condições de exposição dos pescados e armazenamento desses produtos. Ao todo, 300 permissionários de diversos pontos de venda da capital já participaram do curso, tais como o Centro Pesqueiro de Jaraguá; Balanças da Pajuçara e da Ponta Verde; Mercados da Produção e do Jacintinho; e Feirinhas do Tabuleiro e Benedito Bentes.

As palestras foram conduzidas por Airton Santos, coordenador da Vigilância Sanitária de Maceió; Ricardo Walker, médico veterinário; e Jadina Cilene, nutricionista também da Visa Maceió.

Outra categoria participante foi a de gerentes e funcionários de supermercados da capital. Durante o curso, os comerciantes foram orientados sobre diversas práticas para garantir a segurança alimentar da população.

O coordenador da Vigilância Sanitária destaca os principais pontos abordados nos cursos destinados a esse público. “Orientamos esses comerciantes sobre normas para conservação correta de alimentos, armazenamento e exposição, uso de câmaras frias, descarte, além de como fazer o fracionamento de produtos perecíveis como queijo, presunto e calabresa. Também abordamos os riscos sanitários existentes e as penalidades previstas, no caso de não cumprimento das normas de sanitização”, conta Airton Santos.

Airton Santos, coordenador da Vigilância Sanitária de Maceió. Foto: Visa Maceió

Segmentos já capacitados

Até o momento, 800 estabelecimentos dos mais diversos segmentos já participaram dos treinamentos, reafirmando o compromisso com a ação educativa, ajudando a melhorar cada vez mais o serviço oferecido.

Além dos comerciantes de pescados e dos gerentes e funcionários de supermercados de pequeno, médio e grande portes da capital, também participaram dos cursos sobre boas práticas permissionários que atuam como ambulantes da orla de Maceió, avícolas e hotéis.

Comerciantes aprovam a iniciativa

Edvaldo Câmara é proprietário de um supermercado de pequeno porte no bairro do Trapiche e participou das capacitações oferecidas pela Vigilância Sanitária. Segundo o empresário, a iniciativa ajudou a melhorar os processos de trabalho.

“Nossa empresa está há 16 anos no mercado e sempre fomos fiscalizados pela Vigilância, mas esse ano participamos pela primeira vez de um trabalho como esse, o que trouxe muitos benefícios para nós empreendedores e mais ainda para os nossos clientes”, afirma o empresário.

Felipe Câmara e Edvaldo Câmara, proprietários do supermercado no Trapiche aprovam a iniciativa da Vigilância. Foto: Ascom SMS

Ainda segundo Edvaldo, o curso de boas práticas oferecido pelo Município trouxe novas rotinas para a empresa. “Com as orientações, nós adequamos ainda mais nossos estabelecimentos de acordo com as normas sanitárias, ficamos mais atentos. Até fizemos um checklist com as condutas adotadas tanto diariamente quanto semanalmente por nossos colaboradores em relação à limpeza, higienização e armazenamento de produtos”, conclui o proprietário.

O supermercado ganhou o selo “Pode Comprar Aqui”, criado pela Vigilância Sanitária para os estabelecimentos que estão aptos a funcionar por cumprirem todas as normas sanitárias estabelecidas pelo órgão.

Além de conferir a garantia de que os locais apresentam boas condições de funcionamento e seguem todos os protocolos de segurança sanitária, o adesivo serve, também, como orientação ao consumidor sobre qual negócio escolher para adquirir seus produtos e serviços.

Supermercado ganhou o selo “Pode Comprar Aqui”. Foto: Ascom SMS

Como solicitar o selo?

O comerciante que tiver interesse pode solicitar o selo de qualidade Pode Comprar Aqui para seu estabelecimento, comparecendo à sede da Vigilância, que fica na rua Alexandre Passos, s/n – Jaraguá, ou pelo telefone 3312-5496, das 8h às 14h. Na ocasião, será agendada uma visita ao local e, se o estabelecimento estiver cumprindo as orientações determinadas pelo Município, poderá receber o indicativo de qualidade.

Ana Cecília da Silva / Ascom SMS

Fechar