Vacinação de acadêmicos e estudantes da saúde segue critério do Ministério

Foto: Ascom SMS

O ritmo da vacinação contra a Covid-19 na capital alagoana foi retomado com celeridade pela Prefeitura de Maceió neste final de semana. Mas a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) faz um alerta: acadêmicos e estudantes da área de saúde só terão direito a dose do imunizante se comprovarem realização de estágio.

“A orientação contida nos planos nacional e estadual de vacinação contra a Covid-19 é muito clara quanto a isso, estabelecendo a prioridade, nesse público-alvo, apenas àqueles que estejam cumprindo estágio, seja em ambiente hospitalar, atenção básica, clínicas ou laboratórios”, afirma a diretora de Vigilância em Saúde, Fernanda Rodrigues.

Ela lembra ainda que para que a dose do imunizante seja aplicada, é obrigatória, nesses casos, a apresentação de declaração do serviço de saúde onde o referido estágio está sendo realizado, além do documento de identificação com foto, CPF e comprovante de residência (original e cópia).

A diretora informa ainda que, no caso de faculdades que possuam ambulatório ou clínica que prestam atendimento, os estudantes em estágio também devem solicitar, à direção do estabelecimento de saúde, uma declaração que ateste e deixe clara essa condição.

“Este público é uma das prioridades para a imunização nessa fase. Por enquanto, os estudantes em aulas práticas não estão incluídos, mas serão contemplados em outro momento da campanha”, ressaltou.

O questionamento surgiu em razão da redução da faixa etária para a vacinação contra a Covid-19 que, neste sábado (08), chegou ao patamar de 18 anos ou mais, aumentando a procura pela dose do imunizante.

A diretora reforça, no entanto, que as pessoas precisam estar atentas aos critérios estabelecidos pelo Ministério da Saúde para os grupos prioritários da vacinação contra a Covid-19, assim como a documentação a ser apresentada em cada caso.

Cássia Oliveira – Ascom SMS

Fechar