Residenciais Alamedas vão abrigar mais de 7,6 mil pessoas em Maceió

São 1.920 casas para maceioenses de baixa renda; empreendimento está com mais 90% concluído

A Prefeitura de Maceió segue trabalhando para diminuir o déficit habitacional na capital alagoana, que é de aproximadamente 30 mil unidades, segundo a Associação dos Dirigentes de Empresas do Ramo Imobiliário (Ademi/AL). Entre os residenciais em construção, os Alamedas (Farol, Jatiúca, Pajuçara e Pontal) têm 1.920 apartamentos e vão abrigar mais de 7.600 pessoas, no Benedito Bentes.

Alamedas estão em fase final das obras. Foto: Itawi Albuquerque/Secom Maceió

“Estou muito ansiosa pela minha casa própria. Fiz a inscrição e agora aguardo pelo sorteio. Com fé em Deus vou conseguir”, declarou Fátima da Silva, moradora da orla lagunar.

Assim como dona Fátima, centenas de pessoas encaminhadas pela Defesa Civil de Maceió e Assistência Social do Município garantiram a inscrição do cadastro habitacional e, consequentemente, devem participar dos sorteios das moradias a serem inauguradas.

“O prefeito JHC nos passou a missão de acelerar o processo de construção dos complexos habitacionais em Maceió. Em seis meses de trabalho, estamos com obras bastante avançadas, como nos Alamedas. O empreendimento é muito aguardado por todos”, disse o secretário-adjunto de Habitação, Eduardo Rossiter.

Alameda Pontal. Foto: Itawi Albuquerque/Secom Maceió

Cada apartamento dos Residenciais Alamedas (Farol, Pontal, Pajuçara e Jatiúca) tem 43m² e é formado por cozinha, sala, banheiro e dois quartos. Os novos moradores terão à disposição uma área de lazer, com brinquedos infantis espalhados nas dependências do complexo, quadras de esportes, salão de festas, bicicletário e ciclovia.

Todo o empreendimento teve um investimento de R$ 152 milhões, recursos do Ministério do Desenvolvimento Regional, por meio do Programa Casa Verde e Amarela. O complexo habitacional está em fase final das obras, com mais de 90% concluído.

Outros residenciais

No Benedito Bentes, a Prefeitura de Maceió já entregou o Vale Bentes 2 e o Oiticica 1, totalizando 1.000 unidades habitacionais. No mesmo bairro, o complexo Oiticica 2 – com 500 casas – está pronto e será entregue em breve.

Oiticica 1 foi entregue em maio. Foto: Edvan Ferreira/Secom Maceió

Na Santa Amélia, mais três residenciais estão em construção: Diana Simon, Pedro Teixeira I e II. Juntos, vão abrigar mais de 4.700 pessoas em 1.180 apartamentos. Já no Santos Dumont, os conjuntos residenciais Mário Peixoto I e II devem ser entregues em 2022, com 192 casas em cada conjunto.

No bairro do Vergel do Lago, o Condomínio Parque da Lagoa segue a todo vapor. Em cinco meses de construção, o empreendimento conta com 17 blocos de apartamentos estão levantados. Ao todo, 1.776 famílias contempladas com mais dignidade à beira da Lagoa Mundaú.

Maurício Manoel / Ascom Habitação

Fechar