Profissionais dos abrigos recebem capacitação em manipulação de alimentos

O setor de Nutrição da Secretária Municipal de Assistência Social (Semas), realizou nesta quinta-feira (13) mais um treinamento sobre Boas Práticas na manipulação de alimentos para os assistentes administrativos das unidades de acolhimento do município.

O treinamento visa orientar os profissionais dos abrigos sobre higienização e manuseio dos alimentos. Segundo a coordenadora geral dos abrigos da Semas, Rosângela Melo, esses encontros geralmente são feitos quatro vezes ao ano. “Fazemos o treinamento com os técnicos e depois passamos nos abrigos quinzenalmente para verificar se os alimentos estão sendo armazenados adequadamente’’, afirmou Rosângela.

Treinamento orienta profissionais a manusearem alimentos nos abrigos. Foto: Ascom Semas

Para garantir que os acolhidos se alimentem de maneira correta e saudável, técnicos da Secretaria passam informações essenciais baseadas nas normas da legislação. De acordo com Vanessa Freitas, nutricionista da Semas, é necessário a frequência dessas ações com os colaboradores para que eles tenham conhecimentos específicos, teóricos e práticos, sobre o processo alimentar e possam utilizar essas informações no dia a dia.

“A Semas também se preocupa com o fornecimento de alimentos saudáveis e de boa qualidade. É importante que o produto tenha um acompanhamento nutricional e que deem atenção a todas as etapas da produção desde o armazenamento e a distribuição dos produtos para os abrigos”, explicou a nutricionista.

A nutricionista Vanessa Freitas ensinou boas práticas na manipulação de alimentos. Foto: Ascom Semas

‘’Acho importante esse treinamento com os funcionários, pois aprendemos todo o processo alimentar e repassamos para os nossos colegas a forma correta de armazenar e manusear os alimentos, sempre com segurança”, destacou Solange Marques, assistente administrativo da Casa Lar.

O município possui quatro unidades acolhimento para crianças e adolescentes: Serviço de Acolhimento Institucional de Adoção Rubens Colaço, que recebe crianças de 0 a 7 anos; a Casa de Passagem Luzinete Soares de Almeida, que atende meninas de 7 a 17 anos; a Unidade de Acolhimento Institucional Acolher, que assiste meninos de 7 a 17 anos; e a Casa Lar, que recebe grupos de irmãos biológicos de ambos os sexos de 7 a 17 anos.

A Semas conta ainda com duas unidades de acolhimento voltadas para a população em situação de rua, que são a Casa de Passagem Manoel Coelho Neto (conhecido Albergue Municipal) e a Casa de Passagem Familiar, que acolhe prioritariamente grupos familiares com a presença de gestante e com crianças. Além da unidade Acolhimento Institucional Viva Vida que atende a mulheres vítimas de violência.

Mailson Franklin/ Ascom Semas

Fechar