Procon Maceió orienta consumidores para o período de promoções da Black Friday

Órgão de defesa do consumidor coletou preços de produtos em cinco estabelecimentos comerciais

O Procon Maceió, órgão de defesa do consumidor, realizou uma pesquisa no final de outubro para evitar fraudes na Black Friday. O órgão coletou preços de mais de vinte produtos nos cinco estabelecimentos mais conhecidos antes do período das promoções e os relacionou em uma lista. Confira aqui o resultado da pesquisa.

A ação dos fiscais aconteceu aproximadamente um mês antes do período da Black Friday. Na ação, foram registrados principalmente preços de aparelhos eletrônicos e eletrodomésticos. Porém, itens como sofás e estantes também foram registrados. O objetivo da pesquisa é evitar promoções enganosas, com elevação de preços e descontos que resultem em valor igual ou semelhante ao que já era praticado no mês anterior.

A fiscalização aconteceu nos principais estabelecimentos da capital. Foto: Ascom Procon Maceió

É importante o consumidor ficar atento às campanhas, pois alguns produtos sofreram aumento no valor, como por exemplo a geladeira que teve um aumento de 37% em algumas lojas, o fogão, aumento de 30%. Já outros produtos sofreram baixa de preço, como o smartphone que sofreu uma queda de 21% e a batedeira, queda de 15%.

“O consumidor que eventualmente identifique a irregularidade, denuncie ao Procon e é importante entender que a Black Friday é uma data de apelo comercial, então fujam das compras por impulso, haja vista que o fim de ano é uma data que as pessoas gastam muito com fim de ano e a as matrículas escolares”, alerta Leandro Almeida, diretor executivo do Procon Maceió.

Atendimentos

Para realizar denúncias ou obter mais informações e orientações, o consumidor pode entrar em contato pelos telefones 0800 082 4567 — até às 14h — ou no WhatsApp (82) 98882-8326. Quem prefere o atendimento presencial pode se dirigir à qualquer uma das unidades do Procon Maceió: no Centro Universitário Uninassau, no bairro do Farol; na sede da antiga FAT, atual Centro Universitário Mário Pontes Jucá (UMJ), no Barro Duro; Centro Universitário Cesmac, no bairro Farol; e na sede do Procon Maceió, na Rua Dr. Pedro Monteiro, 47, Centro de Maceió.

O horário de funcionamento na sede do Procon Maceió é de 8h às 14h, de segunda a sexta-feira. Os núcleos da UMJ e CESMAC estão abertos ao público das 8h às 13h, de segunda a sexta-feira. Já na Uninassau, das 8h às 12h e das 14h às 17h, também durante a semana.

Para formalizar as denúncias, é necessário entregar as cópias do RG, CPF, comprovante de residência e demais documentos que forem necessários para embasar as reclamações de abuso aos direitos do consumidor.

Nicolle Salazar(estagiária)/Ascom Procon Maceió

Fechar