Previne Maceió: ações preventivas seguem para atender população do Vale do Reginaldo

Objetivo é minimizar danos provocados pelas chuvas

Vale do Reginaldo – Foto: Max Fernades

Equipes do Programa Previne Maceió estiveram, nesta sexta-feira (21), no Vale do Reginaldo seguindo com o mapeamento das ações preventivas para minimizar os danos provocados pelas chuvas. Desde fevereiro, o Grupo Especial de Trabalho (GET) vem executando obras emergenciais, limpeza, serviço de drenagem e cadastros das famílias  em diversas áreas de risco da capital.

O coordenador do Programa Previne Maceió, secretário municipal de Governo Francisco Sales, ressalta que a presença da Prefeitura de Maceió nas comunidades ocorre para atencipar a correção de alguns problemas que podem ser agravados com as chuvas.

O foco dos trabalhos tem sido nas principais áreas de risco onde foram registradas as maiores ocorrências de chuvas no mês de abril.

“Nosso planejamento é concluir o mês  de junho visitando todas essas áreas de risco e ter um mapeamento claro do que precisamos executar de obras efetivas durante o verão para levar mais segurança aos moradores”, acrescenta Francisco Sales. 

Equipes realizaram vistorias e pontuaram demandas da população. Foto: Max Fernandes

Durante a visita técnica nas comunidades,  as secretarias envolvidas realizam um levantamento dos serviços de cada pasta, que passam ser executados nos próximos dias, como limpeza e recolhimento de lixo, aplicação de lonas de contenção, desobstrução de galerias, recuperação de acessos e cadastramento dos imóveis com estruturas compretidas.

Na próxima semanan a visita será na Favela Santa Cruz, no bairro do Benedito Bentes, que foi o bairro que mais registrou ocorrência durante as chuvas de abril, com mais 100 chamados para Defesa Civil Municipal.  O Previne Maceió  tem obras em andamento na Grota Bom Jesus e Grota Alegria.

Previne Maceió

O Programa Previne Maceió tem como objetivo levar ações de prevenção, informação e advertir a população sobre possíveis danos provocados pelas chuvas.

A ação das esquipes nas ruas é para tentar minimizar ao máximo os danos provocados durante a quadra chuvosa, prevista entre os meses de março a agosto.

O grupo é formado pela Secretaria Municipal de Governo (SMG), Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas), Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminfra), Superintendência de Desenvolvimento Sustentável (Sudes) e Defesa Civil Municipal.

Gilca Cinara – ASCOM SMG

Fechar