Pais de alunos destacam importância de investimentos em escolas e creches em Maceió

São mais de R$ 12 milhões investidos na construção de duas escolas e duas creches na parte alta da cidade

Pais e mães de alunos da Rede Municipal de Maceió aguardam ansiosamente a entrega de quatro equipamentos educacionais, que vão beneficiar milhares de famílias. São R$ 12,5 milhões de reais investidos na construção de duas escolas e dois novos Centros Municipais de Ensino Infantil (Cmei), que atenderão a parte alta da capital alagoana.

Para o ex-aluno e pai, Daniel Anderson, é uma realização ver a reconstrução da escola Professor Lenilton Alves Santos, no Jacintinho, que recebeu investimento de R$ 2,8 milhões e terá 10 novas salas de aula. A unidade vai atender mil estudantes do Ensino Fundamental e quinhentos da Educação para Jovens, Adultos e Idosos (Ejai), dobrando a capacidade.

“Para mim, como pai e ex-aluno, é um prazer ver essa obra magnífica, que já era esperada por todos nós. Já tinha um projeto antigo mas nunca saiu do papel e agora com a gestão atual estamos vendo a realização desse sonho. Então, só tenho a agradecer ao prefeito JHC por essa grande obra”, salientou Daniel.

O pai também falou sobre os impactos da nova estrutura para a educação das crianças. “Os alunos, incluindo meu filho, terão um ensino de qualidade e uma estrutura totalmente diferenciada, como uma quadra esportiva, laboratório de informática e biblioteca. O padrão da escola está magnífico”, destacou.

Já na parte alta de Maceió, no Village Campestre, na Cidade Universitária, está em andamento a maior obra da Educação no momento com um investimento de R$ 3,8 milhões. A reconstrução da Escola Municipal Yeda Oliveira dos Santos é esperada há anos por Maria Joseni, que tem dois filhos matriculados na unidade.

“Nossa comunidade esperava há anos por esta obra. E Graças a Deus e ao prefeito JHC estamos tendo essa oportunidade”, disse. A mãe de Matheus, 8, e Maycon, 10, também destacou a grandeza da obra para a comunidade. “Meus filhos estudam aqui desde quando a escola era praticamente uma chácara. E agora vai ser uma escola enorme e será ótimo para o futuro dos nossos filhos”, contou.

O pequeno Matheus não vê a hora de poder praticar esporte na quadra da nova escola. “Estou ansioso pra jogar futebol com os colegas”, disse.

A diretora da escola, Maria José dos Santos, vê o canteiro de obras com um olhar de esperança no futuro. Segundo ela, quando a unidade for entregue, o número de estudantes triplicará.

“Hoje nós temos 420 alunos e futuramente teremos 1100, quase o triplo da capacidade atual, graças a essa obra importante. Portanto, a nossa comunidade só tem a ganhar”, garantiu.

O responsável pela obra da reconstrução, José Alves, falou sobre a celeridade. “Com pouco mais de três meses de obras, já estamos com 30% de andamento. Nossa expectativa é entregar a escola antes do prazo de 12 meses”, afirmou.

Também na parte alta de Maceió, no bairro do Ouro Preto e no Conjunto Cidade Sorriso I, no Benedito Bentes, estão sendo construídos dois Centros Municipais de Ensino Infantil (Cmei).

No Ouro Preto, região carente de unidades escolares, a nova creche está orçada em R$ 1,8 milhão e deve atender mais de 200 crianças da região em dois turnos (matutino e vespertino) ou integral. O prédio terá playground, jardins, castelo d’água, solário, fraldário, pátio coberto, refeitório e vários outros. O equipamento já está em fase final e deve ser entregue nos próximos meses.

O novo Cmei do Cidade Sorriso I recebeu um investimento de R$ 1,7 milhões e terá capacidade para atender 200 crianças na faixa etária de 0 a 5 anos e 11 meses. A construção da creche proporcionará uma melhor qualidade educacional na Rede Municipal de Ensino.

Julita Bittencourt (estagiária) / Ascom Semed

Fechar