Outubro Rosa: Unidades de Saúde promovem ações junto aos usuários

Atividades buscam alertar os usuários sobre a importância do diagnóstico precoce do câncer de mama

A Unidade de Saúde da Família (USF) Pitanguinha, promoveu na manhã desta quinta-feira (7), uma série de ações alusivas a campanha do Outubro Rosa. Entre as atividades, os usuários puderem contar com palestras sobre prevenção ao câncer de mama, música, entrega de laços da campanha, encaminhamentos para mamografias, realização de exames de citologia e testes rápidos para detectar Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST), Aids e Hepatites Virais.

Ana Laís Santos, estudante de enfermagem do Centro Universitário Tirantes (Unit) que atua na Unidade de Saúde, ministrou uma palestra sobre a saúde da mama, com foco na importância da detecção precoce do câncer, principais sintomas, prevenção e maneiras de fazer o autoexame, sendo este um importante aliado na cura da doença.

Ana Laís Santos, estudante de enfermagem do Centro Universitário Tirantes (Unit). Foto: Ascom/SMS

Sobre os principais fatores de risco, ela explica. “Existem os fatores de risco não-modificáveis que são o histórico familiar, gestação após os 30 anos por conta de questões hormonais, envelhecimento e menopausa. Já entre os fatores modificáveis estão o tabagismo, o excesso de peso, sedentarismo. Desse modo, um estilo de vida saudável diminui muito as chances de a doença se desenvolver”, explicou Ana Laís Santos.

Durante a palestra, as usuárias também puderam conhecer os mitos e verdades sobre o desenvolvimento do câncer de mama; os sinais de alerta do corpo que indicam que é preciso buscar ajuda médica, tais como caroços nas axilas, dor nas mamas ou mamilos, secreções, irritações e também sobre os principais direitos que elas possuem, como o direito à mamografia, reconstrução das mamas, transporte urbano gratuito e benefícios assistenciais.

Lucineide Vieira é usuária da USF Pitanguinha e participou da ação. Emocionada, ela alerta sobre a importância da detecção precoce da doença. “Eu perdi uma prima para o câncer de mama, pois ela detectou muito tarde. Infelizmente não tinha mais cura quando ela resolveu buscar um médico, então a mensagem que eu deixo hoje é de que ao menor sinal de que tem algo errado, buscar ajuda médica. É sempre bom estarmos atentas ao nosso corpo. Eu sempre me cuido, faço exames e todas as mulheres devem fazer o mesmo”, relata.

Lucineide Vieira, usuária da USF Pitanguinha. Foto: Ascom/SMS

A ação na Unidade da Pitanguinha se estende ao longo de todo o mês com palestras e orientações sobre os mais diversos temas relacionados à saúde, tais como prevenção à saúde bucal, dicas nutricionais na prevenção ao câncer, direitos da pessoa com câncer, autoestima das mulheres, prevenção ao câncer de colo de útero, entre outros. O Dia D será realizado no dia 23 de outubro, de 8h às 14h e conta com a parceria da ONG Mama Renascer e vai oferecer consultas médicas, testes rápidos, coleta de citologia, encaminhamento para mamografia e avaliação otoscópica, exame que avalia alterações auditivas.

As ações ao longo do mês na Unidade ocorrem em uma parceria das equipes de Estratégia de Saúde da Família (ESF), equipe de Demanda Espontânea, Núcleo Ampliado de Saúde da Família (Nasf) e Direção da USF Pitanguinha.

USF José de Araújo Silva

A Unidade de Saúde da Família (USF) José de Araújo Silva, localizada no Jacintinho, também realizou ações nesta quinta-feira (7). Os profissionais da Unidade realizaram citologias, testes rápidos de IST, Aids e Hepatites Virais, entrega de preservativos masculinos e femininos, orientaram sobre a importância das atividades físicas e encaminharam usuárias para a realização de mamografia na rede própria e credenciada ao município.

As atividades ocorreram na Associação de Moradores de Piabas e foram conduzidas pela equipe 76 do Programa de Saúde da Família e pela equipe do Núcleo Ampliado de Saúde da Família (Nasf).

A Campanha

O Outubro Rosa é uma campanha internacional criada com a finalidade de sensibilizar a sociedade sobre a importância do diagnóstico precoce do câncer de mama. Este é o tipo de câncer que mais acomete as mulheres no país, atrás apenas dos tumores de pele não melanoma. A redução de risco, por meio de práticas saudáveis, autocuidado e diagnóstico precoce da doença são considerados os principais fatores para redução da mortalidade por câncer.

Este ano, Maceió traz como slogan “Sua melhor amiga é a prevenção” para estimular o autocuidado e a realização de exames para rastreamento do câncer de mama. Durante o mês de outubro estão sendo desenvolvidas ações voltadas à saúde da mulher, intensificadas em todas as unidades de saúde da capital.

Ana Cecília da Silva / Ascom SMS

Fechar