Ordenamento de ambulantes melhora fluxo no Pam Salgadinho

Eles foram realocados provisoriamente do outro lado da rua até que o espaço disponibilizado seja reformado

As ações de ordenamento no entorno do Pam Salgadinho tiveram início nesta segunda-feira (22), trazendo resultados visíveis de melhora no fluxo e visibilidade do local. Os ambulantes da região foram realocados para a calçada em frente ao Pam, desobstruindo a passagem para pacientes e ambulâncias.

O Secretário de Segurança Comunitária e Convívio Social de Maceió (Semscs), Thiago Prado, esclarece que a medida é provisória, enquanto o terreno em anexo, disponibilizado pela Secretaria, passa por reformas.

“Eles ficarão, provisoriamente, em frente do Pam salgadinho para não causar nenhum transtorno aos pacientes que aqui frequentam. Na sequência, iremos fazer uma reforma junto com a Infraestrutura, em um terreno anexo ao Pam, estabelecendo uma área de convívio social para que os comerciantes informais se estabelecerem”, explicou Prado.

Ambulantes ocupando espaço provisório, do outro lado da rua. Foto: Amanda Lima/Ascom Semscs

Roberto, que é ambulante no local há 22 anos, destaca que essas melhorias eram um sonho dele, desde a época em que vinha ajudar o pai, que comercializa na região desde 1979. “Há anos nós pedimos para melhorar esse espaço e ajudar a organizar. Finalmente olharam por nós”, disse.

Marluce Rezende, Diretora do Pam Salgadinho, relata que os carrinhos dos ambulantes impediam o livre acesso dos pacientes e ambulâncias, atrapalhando em situações de emergência.

“O visual que era muito pesado. Você não conseguia ver a entrada do Pam, pessoas aglomeradas comendo, falando alto, às vezes som, e ninguém se entendia. Se você quisesse entrar e sair rápido do posto, não era fácil. Foi uma grande melhoria da gestão do prefeito JHC”, completou.

Comerciante Maria Elsa da Silva com sua barraca no novo local. Foto: Amanda Lima/Ascom Semscs

A ambulante Maria Elsa da Silva explica que no começo ficou assustada, mas depois que entendeu a proposta da Secretaria se tranquilizou.

“A princípio eu achei que iam tirar a gente e mandar a gente embora, e que nós íamos perder o emprego. Mas depois que o secretário Thiago veio e explicou que nós íamos para o outro lado para não atrapalhar a passagem e que depois vamos ganhar um espaço organizado, eu fique muito feliz”, completou.

Amanda Lima/Ascom Semscs

Fechar