Mesmo com flexibilização, população precisa manter prevenção contra covid-19

Caso medidas sanitárias não sejam cumpridas, estabelecimentos podem voltar a fechar em Maceió

Reunião discutiu intensificação nas fiscalizações.

Estabelecimentos comerciais, praias, calçadões e clubes estão funcionando com horário ampliado em Maceió. Mas, mesmo com a flexibilização, é fundamental que a população e comerciantes continuem com as medidas sanitárias, visando não aumentar a quantidade de novos casos, internações e óbitos por Covid-19 na Capital.

De acordo com o coordenador do Gabinete de Gestão Integrada para Enfrentamento da Covid-19, Claydson Moura, as fiscalizações serão intensificadas e a população precisa entender a necessidade de manter os cuidados necessários.

“O uso de máscaras, distanciamento social e higienização constante das mãos com álcool 70% ou água e sabão continuam sendo fundamentais. Pedimos a colaboração de todos, pois essa ampliação de horário é muito importante, mas preservar as vidas é nossa prioridade”, detalhou o coordenador.

Ainda segundo Moura, em reunião ficou definida a intensificação da fiscalização em estabelecimentos comerciais já a partir deste fim de semana, com a ação dos agentes da Secretaria Municipal de Segurança Comunitária e Convívio Social e da Vigilância Sanitária de Maceió.

“Caso encontremos descumprimentos, teremos que autuar os locais, que podem ficar fechados por até 30 dias. Além disso, pedimos que a população não se aglomere e procure lugares que não tenham concentrações de pessoas. se chegar em uma praia e estiver cheia, procure um local com menos pessoas. Tudo isso é necessário para que não precisemos fechar novamente”, aconselhou.

Por fim, o coordenador reforçou que a vacinação segue avançando em Maceió, que já conta com mais de 52% da população adulta vacinada, ao menos, com a  primeira dose. “Reforçamos o pedido de colaboração e paciência da população, pois, em breve, venceremos essa batalha”, finalizou o coordenador do GGI Covid-19.

Secom Maceió

Fechar