IPTU gera investimentos para o desenvolvimento do município

Ao pagar o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) o maceioense contribui para o desenvolvimento do município de diversas maneiras. O valor arrecadado é investido em setores essenciais à manutenção e melhoria da cidade, como educação, saúde, infraestrutura, segurança, saneamento básico, ações sociais, folha de pagamento dos servidores públicos, entre outros serviços.

O secretário Municipal de Economia, João Felipe Borges, ressalta a importância da arrecadação tributária para o funcionamento do setor público e as oportunidades de pagamento oferecidas pela Prefeitura.

“Com o que é arrecadado, conseguimos investir em projetos e medidas que favorecem a todos. Neste momento de pandemia, a população mais vulnerável e que necessita do serviço público é duramente atingida. Por isso, manter o pagamento regularizado é uma forma do maceioense fazer sua parte em benefício dele e de toda a população”, disse. 

Secretário ressalta o ótimo desconto oferecido pela Prefeitura. Foto: Ascom Semec

O IPTU é um tributo cobrado anualmente que incide sobre os imóveis localizados em áreas urbanas, sejam eles edificados ou não, e representa, sozinho, cerca de 20% de toda a arrecadação municipal. O contribuinte tem a oportunidade de pagar a cota única com o desconto de 10% até hoje (30).

A emissão do boleto pode ser feita pela internet no Portal de Serviços da Prefeitura de Maceió (www.online.maceio.al.gov.br), em ‘Cadastros e Pagamentos de Tributos’ e depois ‘Acessar IPTU 2021’. Basta digitar o número de inscrição do imóvel, escolher a cota única e emitir o boleto.

A Semec também disponibilizou seu setor de autoatendimento para emitir, presencialmente, o boleto para aqueles que desejam pagar com desconto mas tiveram dificuldades na emissão. Basta que ele vá até a sede da Semec, na Rua Pedro Monteiro, nº47, no Centro de Maceió. 

Devido a grande procura, o horário de atendimento foi expandido e funcionará nesta sexta, excepcionalmente, das 8h às 17h.

O maceioense Wanderley Costa foi um dos atendidos pela Semec e elogiou a prestatividade na hora da emissão do IPTU de sua primeira casa própria. “Decidi pagar a cota porque achei o desconto muito bom, ainda mais por estarmos em pandemia, e toda economia no orçamento é ótima. Também gostei da rapidez e gentileza no atendimento”, disse. 

Os débitos de IPTU podem gerar dívida ativa, cobranças judiciais e penhora de valores em conta corrente ou até mesmo leilão do imóvel. Saiba como negociar dívidas em atraso no Portal do Cidadão, no www2.portal.maceio.al.gov.br

Ascom Semec

Fechar