EXPANSÃO! Governo de Alagoas vai abrir mais 130 leitos exclusivos para Covid-19 até o fim de fevereiro

Com o aumento de 12% na taxa de ocupação dos leitos para Covid-19 em dez dias, passando de 43% no dia 1º de fevereiro para 55% nesta quarta-feira (10), o Governo de Alagoas decidiu criar 130 novos leitos para o tratamento de pessoas acometidas pelo novo coronavírus. O anúncio foi feito pelo secretário de Estado da Saúde, Alexandre Ayres, por meio de suas redes sociais. O gestor destacou que a decisão foi tomada pelo governador Renan Filho com base em análise realizada pelos técnicos da Sesau.

Com a criação dos novos leitos até o fim deste mês, Alagoas vai passar dos 728 existentes atualmente para 858 vagas. Dos 130 leitos a serem abertos na Rede Hospitalar Pública, 30 serão de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), passando dos atuais 224 para 254. Já os outros 100 leitos anunciados serão todos clínicos e, com isso, o Estado irá contar com 571 vagas deste tipo, uma vez que atualmente existem 471 em funcionamento para atender pacientes com a Covid-19.

“Em reunião com o governador Renan Filho e os técnicos da Sesau, decidimos ampliar o número de leitos de UTI e clínicos para Covid-19, em razão do substancial aumento da ocupação hospitalar em Maceió e no interior [do Estado]. Com isso, iremos manter a assistência qualificada aos alagoanos”, explicou Alexandre Ayres, na postagem realizada em suas redes sociais.

A medida adotada pelo Governo do Estado se baseia no fato de que a taxa geral de ocupação de leitos ultrapassou os 50%, chegando a 55%. Dos 728 leitos exclusivos para Covid-19 existentes na Rede Hospitalar Pública de Alagoas, 397 estão ocupados.

Já quanto aos leitos de UTI, a taxa de ocupação está em 57%, uma vez que dos 224 leitos existentes, 127 estão ocupados. Com relação aos leitos clínicos, dos 471 disponibilizados, 265 estão preenchidos, o que representa uma taxa de ocupação de 56%.

O post EXPANSÃO! Governo de Alagoas vai abrir mais 130 leitos exclusivos para Covid-19 até o fim de fevereiro apareceu primeiro em Repórter Maceió.

Fechar