Educação faz mutirão móvel em cinco escolas para matrícula de Jovens, Adultos e Idosos

A Secretaria Municipal de Educação (Semed) realiza neste sábado (22), de 9h às 17h, um mutirão para matrículas da Rede de Jovens, Adultos e Idosos (EJAI). A ação acontece em cinco escolas-polo e também através de atendimento móvel com ônibus no Eustáquio Gomes.

O objetivo é receber este público e preencher as mais de 2 mil vagas disponíveis para quem deseja concluir o ensino fundamental. Os matriculados terão automaticamente acesso ao Benefício Escolar Municipal (BEM), que contemplará com ajuda financeira todos os estudantes da Rede Municipal de Maceió.

O atendimento acontece nas escolas municipais Almeida Leite, no bairro da Ponta Grossa; Pedro Suruagy, no Tabuleiro do Martins; Paulo Bandeira, no Benedito Bentes; Hévia Valéria, no Village Campestre; e Kátia Assunção, no Jacintinho.

Já o ônibus da Semed ficará estacionado em frente ao Conjunto Residencial Maceió 1, no Eustáquio Gomes, em frente a Associação dos moradores do bairro. A ideia é aproximar o serviço da matrícula da população e atender moradores da região e bairros vizinhos.

Para Elder Maia, secretário de Educação de Maceió, este mutirão é essencial para estimular o público a se matricular e consequentemente receber o BEM. “Essa ação foi pensada pois este público trabalha o dia inteiro, não tem tempo de fazer online ou tem dificuldade em acessar a internet. Por isso, estamos trabalhando para neste sábado receber esse público e receber os futuros alunos”, destacou.

Os interessados devem comparecer as escolas-polo, com RG, CPF e comprovante de residência.

Para os alunos que quiserem, as matrículas também podem ser feitas on-line através do site www.maceio.al.gov.br no banner matrículas, até 00h deste domingo (23).

O que é o BEM?

Trata-se de um auxílio financeiro inédito pago a cada estudante regularmente matriculado na rede municipal de ensino. Ao todo, 50 mil alunos – e suas respectivas famílias – serão beneficiados.

O valor da bolsa varia e será repassado de acordo com alguns critérios. Ele depende do nível escolar de cada estudante e do número de matriculados por família, não podendo ultrapassar R$ 300 por residência. Quem for da primeira infância (0 a 6 anos) vai receber R$ 100; já para o ensino fundamental, cada aluno terá direito a R$ 70.

Fechar