Crianças recebem presentes das mãos do Papai Noel em escola da rede municipal

“Bom Velhinho” marcou presença na Escola Municipal Audival Amélio da Silva, onde respondeu pedidos das crianças

Os estudantes da Escola Municipal Audival Amélio da Silva, que fica no São Jorge, foram surpreendidos nesta sexta-feira (10) com uma visita do Papai Noel e a entrega de presentes. Uma parceria com a Escola da Magistratura de Alagoas (Esmal), o Natal Solidário trouxe sorrisos e o espírito natalino para os estudantes.

Realizada por meio da coordenadoria de programas e projetos educacionais da Secretaria Municipal de Alagoas (Semed), a ação beneficiou 63 estudantes de três turmas do Ensino Fundamental. De acordo com a coordenadora de programas e projetos, Kátia Lessa, a ação traz alegria para as comunidades mais carentes por meio da escola.

“Sempre buscamos aquela escola mais carente e fazemos essa ação com presentes e a chegada do Papai Noel. É uma tarde para as crianças e muito importante para elas, a alegria deles é contagiante”, pontua.

Foto: Luan Oliveira

Quem também se contagia com a alegria das crianças é a coordenadora do Programa Cidadania e Justiça na Escola, da Esmal, a juíza Carolina Valões. Ela diz que o que se doa para as crianças é recebido de volta em dobro, na forma de sorrisos. “Fazemos um trabalho no tribunal com juízes, servidores e desembargadores para conseguir esses brinquedos. Buscamos patrocinadores para trazer Papai Noel, balas”, detalha.

“Nosso objetivo é promover a solidariedade e aproximar o judiciário do cidadão e da educação, desmistificando essa ideia de que o juiz é uma figura distante”, acrescenta a juíza.

As crianças não sabiam quando a entrega ocorreria e observavam curiosas a movimentação no pátio da escola. Junto das professoras, fecharam os olhos e chamaram o Papai Noel, que respondeu o chamado e chegou sorridente e carregado de presentes.

Juíza Carolina Valões diz que objetivo é aproximar o judiciário da comunidade. Foto: Luan Oliveira / Ascom Semed

Entre as entregas dos presentes às crianças, a diretora da escola, Eliane Albuquerque, relembra a expectativa das crianças após a entrega das cartas para o Papai Noel, feita antes do evento. “As cartinhas foram todas atendidas, e estavam todos muito ansiosos por esse momento. Atendemos uma comunidade muito carente, das vilas Emater. Tudo que a gente faz para elas é festa, e hoje elas estão em clima de festa”, diz.

Bom Velhinho foi recepcionado com muita alegria pelas crianças. Foto: Luan Oliveira / Ascom Semed

Uma das crianças que receberam um presente das mãos do Bom Velhinho nesta sexta (10) foi Ana Júlia Santos, de 7 anos. Ela pediu uma caixa registradora em sua carta, para brincar de lojinha com sua amiga. “Estou muito animada para mostrar a ela e a minha mãe, estava muito ansiosa que respondessem minha carta”, revela.

Tiago Ferreira Lima, de 6 anos, conta que gostou muito de tirar foto com o Papai Noel. “Estou muito feliz, eu queria muito um carrinho de controle remoto e foi o que ele me deu esse ano”, conta.

Luan Oliveira (estagiário) / Ascom Semed

Fechar