Creches promovem interação junina de forma virtual com crianças da rede

Atividades online proporcionaram conhecimento, diversão e muita cultura

No mês de Junho, os Centros Municipais de Educação infantil (Cmei) Ana Carolina Galina e Lêda Collor vivenciaram muito forró, cultura e diversão, grandes aliados para explorar o aprendizado e contribuir com as novas experiências de mundo dos pequeninos. Para a realização dessas festividades juninas foram realizados diversos trabalhos culturais, com auxílio de videochamadas e atividades divertidas.

Praticas virtuais envolveram toda comunidade pedagógica dos cmei

O Cmei Ana Carolina, localizado no bairro Cidade Universitária é um exemplo de como a música, a comida e a dança são aspectos fundamentais no desenvolvimento criativo e motor das crianças. O projeto “Arraiá Tecnológico” foi desenvolvido pela equipe pedagógica da creche durante a semana junina e aconteceu inteiramente pelo grupo do WhatsApp das turmas. Na plataforma, as professoras levaram pais e crianças a imergir em um mundo repleto de cultura, através de atividades cotidianas com a temática junina.

Arraiá Tecnológico trouxe São João virtual aos alunos do Cmei

A vice-diretora do Cmei, Ana Flávia Maurício acredita que a tradição nordestina deve ser reforçada, não importando a distância. “Não deixamos de envolver as famílias com toda cultura local do nosso estado. Trabalhamos artesanato da terra, músicas juninas, adivinhações, parlendas, cantigas de roda sem esquecer da culinária que é riquíssima com suas deliciosas comidas de milho. Envolvemos todos nas experiências de bandeirolas, balões e não faltou nossa quadrilha virtual. Nossa linda tradição do nordeste não pode ser ofuscada pelo atual momento que estamos vivenciando”, disse Ana Flávia.

Professora Kelly em momento de interação com os alunos

Professora das turmas do berçário, Kelly Ferreira, fala que o arrasta-pé junino e a participação familiar desempenham grande papel na formação dos menores, pois a experiência e a descoberta são trabalhos que o Cmei exerce para abrir a mente dos pequenos. “Trabalhamos a cultura através da família, nos propusemos experiências que estimulassem a interação e a brincadeira”, falou Kelly.

Para a merendeira do Cmei e mãe da pequena Gabriela Bento de 2 anos de idade, Márcia Virgínia, a comida típica nordestina teve grande importância no arraiá. “Eu gosto muito de poder colaborar com algo para as crianças. Pra mim é de grande importância esse contato dos pequenos com as comidas típicas, pois estão conhecendo a nossa cultura através da alimentação, é uma construção e colabora para os hábitos alimentares futuros”, explicou.

Merendeira Márcia Virgínia é mãe de aluna e merendeira da creche

Já no Cmei Leda Collor, o “Arraiá Virtual” ocorreu abertamente pelas lives no Instagram, com participação média de 70 famílias online, celebrando o mês de junho com toda a comunidade escolar. Segundo a diretora Doriane Santos, os esforços do Cmei buscaram transmitir diversas experiências regionais para as crianças da creche. “Trabalhamos com nossas crianças a valorização das diversas manifestações artísticas e culturais como a origem das festas juninas; a vida no campo, com sua linguagem, tradição, trajes e costumes, comidas típicas, músicas juninas, brinquedos e brincadeiras, artesanato e dança”, disse.

O Cmei também sorteou 2 balaios para os pais e alunos da creche. Uma das vencedoras foi a pequena Elaine Raquel de 4 anos, sua mãe, Rita de Cássia diz que é muito bom receber essa premiação e não escondeu a felicidade enquanto ressaltou a beleza do evento. “Foi muito gratificante. Ficamos muito alegres por ter ganho o sorteio do balaio. Gostamos muito da premiação, principalmente pelos tempos de dificuldade em que estamos, foi maravilhoso, tudo muito lindo”, afirmou.

Elaine Raquel ganhou o sorteio do balaio junino no Cmei Lêda Collor

Nathan Araújo (estagiário) / Ascom Semed

Fechar