Chamada pública recebe estudos para formulação do Plano de Ciência, Tecnologia e Inovação de Maceió

As propostas devem ser enviadas até o dia 30 de junho para o e-mail [email protected]

O Gabinete de Governança publicou no Diário Oficial do Município desta quinta-feira (10) chamada pública para o recebimento de estudos técnicos para a formulação do Plano Municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação da Cidade Humana, Inteligente, Sustentável e Criativa (CHISC).

A ação faz parte das ações integradas do Plano Estratégico Maceió Cidade Inteligente para o período 2021 a 2024. Os interessados devem enviar as propostas para o endereço eletrônico [email protected], até o dia 30 de junho. Acesse o link do Diário Oficial do Município de Maceió clicando aqui.

Podem enviar os estudos técnicos, as Instituições Científicas, Tecnológicas e de Inovação (ICTs), Instituições de Ensino Superior (IES) e o setor produtivo, conforme orienta a Lei de Inovação de Maceió, nº 6.902/2019. A legislação estimula a articulação entre o Poder Executivo Municipal e estas organizações.

O objetivo do plano é traçar o desenvolvimento da cidade de Maceió tendo como parâmetro a qualidade de vida da população da Capital, estimada pelo IBGE em 2020 em mais de um milhão de habitantes (1.025.360 pessoas). Além de realizar políticas públicas de modo integrado, transparente e sustentável, que culminem em ações relevantes para a população.

“A participação da sociedade é fundamental nesse processo, a gente não tem como fazer intervenções na cidade, não tem como discutir políticas públicas para uma cidade inteligente, se não contarmos com a integração e a participação da sociedade nesse processo, para podermos entender e saber quais são os reais problemas que a gente enfrenta”, revela o secretário do Gabinete de Governança, Antonio Carvalho.

Cada proponente encaminhará um único arquivo em PDF, assinado eletronicamente, com as documentações indicadas no anexo da chamada pública.

A proposta do estudo técnico deve apresentar possibilidades de identificação dos problemas a serem solucionados e as potencialidades a serem desenvolvidas até 2024 para implementação da Política Municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação. Deve conter a indicação dos programas e projetos estratégicos, metas estratégicas, respectivos indicadores em alinhamento com o Planejamento Estratégico da Prefeitura de Maceió.

O secretário esclarece que o plano é fundamental para integrar a ações que são voltadas para impulsionar a ciência, tecnologia e inovação para a construção de uma cidade inteligente. “O plano vai orientar e identificar as ações, os pontos fortes, as oportunidades e os desafios que vão elevar Maceió ao status de cidade inteligente, uma cidade que seja humana, sustentável e criativa”, enfatiza Antonio Carvalho.

Antonio Carvalho: “é fundamental a participação da sociedade para a formulação do plano”. Foto: Edvan Ferreira

Secom Maceió

Fechar