CASO MARIANA TORRES – Corpo de filha de delegado que sumiu no Velho Chico é achado em Sergipe

Na manhã desta sexta-feira (31), o corpo de Mariana Torres foi encontrado por pescadores, no povoado Borda da Mata, no município de Canhoba, em Sergipe. A vítima, que é filha do delegado da Polícia Civil de Alagoas (PC/AL), Cícero Torres, desapareceu depois de mergulhar no Rio São Francisco, na quarta-feira (29).

A informação foi confirmada pelo Corpo de Bombeiros Militar de Alagoas (CBM/AL), que se deslocou até a região com o helicóptero da corporação para realizar a retirada da vítima, sob a coordenação do major Kelton, do 7º Grupamento de Bombeiro Militar (GBM), sediado em Arapiraca. Policiais civis de Sergipe também estiveram no local, além de um parente da jovem.

O corpo deve ser encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Arapiraca, a fim de ser submetido ao exame de necrópsia.

ENTENDA O CASO

Mariana fazia um passeio de lancha no rio, quando desceu para um mergulho e não mais retornou. As buscas foram iniciadas há dois dias, em Alagoas, mas se estendeu a regiões vizinhas. Moradores chegaram a afirmar que, devido à abertura das comportas, o nível de água no rio estava alto.

Os mergulhadores do Corpo de Bombeiros, nessa quinta-feira (30), realizaram diversas buscas por toda a extensão do rio, mas, apesar do esforço, não obtiveram êxito. Os militares chegaram a utilizar embarcações e um helicóptero na busca por Mariana Torres.

Fechar