Caps Noraci Pedrosa promove dinâmicas para integração com usuários

Todas as quintas-feiras a unidade reúne os integrantes do coral Voa Voa, que agora ensaia para apresentação natalina 

As tardes de quinta-feira são dinâmicas e musicais no Centro de Atenção Psicossocial (Caps) II Enfermeira Noraci Pedrosa, localizado no Conjunto José da Silva Peixoto, no Jacintinho. A unidade envolve os usuários com dinâmicas de “boa tarde” e informações nutricionais, finalizando as atividades com o ensaio natalino do coral Voa Voa.

O ensaio do coral acontece todas as quintas-feiras a partir das 14h, organizado pela assistente social Audjane Peixoto, o enfermeiro Jailton Freitas e a nutricionista Pauline Uchoa, de modo a proporcionar bem-estar e contribuir com o tratamento terapêutico dos pacientes da unidade.

Usuários do Caps no ensaio do coral Voa Voa para apresentação natalina. Foto: Ascom SMS

A assistente social Audjane Peixoto ressalta que a música auxilia no tratamento e na promoção da autoestima dos pacientes do Caps. “Nós, funcionários do Caps, vemos que a música é importante para o tratamento dos usuários, ela faz a gente trabalhar de várias formas nos sentimentos dessas pessoas, por isso, instituímos essa atividade no cronograma dos nossos serviços”, destaca.

A assistente social, Audjane Peixoto, destacou a importância da música no tratamento de usuários do Caps. Foto: Ascom SMS

A apresentação natalina do coral, em frente à unidade, já faz parte da programação do Caps há mais de 10 anos, e a próxima já está marcada para o dia 16 de dezembro. Além da apresentação de confraternização natalina, o coral já fez apresentações em outras instituições de Maceió. 

“Nós, funcionários do Caps, sempre fazemos questão de uma boa divulgação do nosso coral para outras unidades. Já fizemos muitas apresentações em outras instituições de Maceió, como por exemplo em pontos de vacinação, na Unit, Cesmac e em outros Caps também”, explica a gerente do Caps, Rita Pedrosa.

Rita Pedrosa, gerente do Caps, explicou que as apresentações do coral também são feitas em outras unidades de Maceió. Foto: Ascom SMS

De acordo com o enfermeiro Jailton Freitas, a atividade é importante, inclusive, para promover a aproximação entre os funcionários e os usuários.

“A nossa intenção aqui não é só fazer apresentações, mas promover o contato no dia a dia deles aqui  conosco, porque a atividade é uma terapia que dá suporte ao  desenvolvimento deles, então todo o decorrer do ensaio até a apresentação é muito importante”, destaca.

O enfermeiro do Caps, Jailton Freitas, afirmou que a intenção dos ensaios é a aproximação dos funcionários junto aos usuários. Foto: Ascom SMS

“Na minha vida esse coral é muito importante, ele faz eu melhorar ainda mais e é por isso que amo estar aqui com todos. Cantamos muitas músicas do Roberto Carlos e Raul Seixas, e eu gosto muito”, conta a usuária do Caps e coralista Janicleide Clarindo.

Usuária do Caps, Janicleide Clarindo, destacou a importância do coral em sua vida. Foto: Ascom SMS

Para além dos ensaios 

O coral foi idealizado de forma despretensiosa pelos profissionais de saúde do Caps II Enfermeira Noraci Pedrosa e se tornou uma terapia ocupacional e atividade cultural para os usuários. Com mais de dez anos, os ensaios acontecem todas as semanas, de janeiro a janeiro, como preparação para apresentação final em meses e datas comemorativas. 

O grupo tem cronograma e regras para gerar responsabilidade, comprometimento e libertação emocional com a finalidade de promover inclusão e a saúde mental por meio da arte.

Amanda Ferreira (estagiária) / Ascom SMS

Fechar