Barbeiros encontrados devem ser encaminhados a postos de informação em Maceió

O inseto é transmissor da doença de Chagas e vem sendo entregue, equivocadamente, em lugares sem indicação para este fim

Mesmo sem novos casos notificados, ocorrências do vetor continuam sendo monitoradas. Foto: Internet

Barbeiros coletados pela população precisam ser destinados a um dos 11 Postos de Informação de Triatomíneos (PITs), distribuídos pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS), em locais estratégicos de Maceió. A recomendação foi feita pela Diretoria de Vigilância em Saúde (DVS) após constatar que o inseto vem sendo encaminhado a setores públicos sem indicação para esse fim. Dos sete barbeiros recolhidos no mês de abril, por exemplo, nenhum foi entregue nos PITs pela população.

Para Camila Lima, técnica da Gerência de Doenças Transmitidas por Vetores e Animais Peçonhentos, é imprescindível que maceioenses realizem a entrega do inseto nos postos. Lá, os técnicos estão treinados para seguir instruções importantes no momento desse recebimento, o que faz grande diferença no processo de monitoramento de ocorrências do vetor na cidade.

Para facilitar o acesso ao serviço, a população também conta com o Disque Denúncia onde é possível solicitar a visita de um agente de combate às endemias capacitado para o recolhimento do barbeiro na residência do cidadão. O canal funciona no telefone 3312-5495, de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 17h.

“Só quando o vetor é entregue às pessoas habilitadas para essa coleta, conseguimos captar informações importantes como: endereço completo, telefone de contato e onde o barbeiro foi coletado. Dados cruciais para planejarmos ações de investigação e intervenção no local e imediações”, frisou a técnica.

Os postos funcionam de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 13h30. Confira relação e endereços aqui.

Polyanna Monteiro. Ascom/ SMS

Fechar