Atividades juninas realizadas com as crianças fortalecem vínculos familiares

O Cmei Graciliano Ramos promoveu, na última semana, atividades para celebrar as tradições juninas. As crianças e familiares conseguiram cumprir os desafios de forma criativa e dinâmica.

Devido a pandemia da Covid-19 o formato das tradicionais festas juninas teve que ser modificado. Por causa disso, professores e gestores escolares do Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) Graciliano Ramos, localizado no bairro Cidade Universitária, buscaram inovar para celebrar o São João no ambiente online. Através do projeto “Festa junina em casa com a família” os alunos e familiares tiveram a oportunidade de aprender, de forma interativa, a importância desta festividade.

A ação junina foi finalizada na quarta-feira (23), e contou com a elaboração de atividades interativas. Fazer xilogravuras, comidas típicas, apresentar uma dança e organizar um ambiente junino em casa foram algumas das dinâmicas realizadas pelos estudantes. 

Segundo a diretora, Rosângela Lopes, essa iniciativa surgiu com o objetivo de oferecer diversão e socialização para as crianças e pais. “Nosso objetivo foi contemplar os festejos juninos nas suas diversas manifestações. Ampliando o repertório cultural das crianças e também fortalecendo o vínculo com as famílias”, explica.

As atividades realizadas foram fotografadas e filmadas pelos familiares, com isso os professores conseguiram observar o desenvolvimento de cada aluno. 

Rosângela Lopes ressalta que as dinâmicas foram criadas e adaptadas para a realidade de cada família, dando a chance de todos participarem e interagirem. “Propomos trabalhar essa prática cultural tão popular no nordeste com as crianças e famílias, respeitando as crenças familiares e apresentando algumas sugestões possíveis de realizar no ambiente doméstico”, afirma.

A diretora comenta que o Cmei conseguiu alcançar resultados positivos e por meio desse projeto as relações entre a instituição e as famílias se fortaleceram. “Os festejos de São João animam as interações entre crianças, famílias e Cmei. Fortalecem a relação”, diz.

Para Adryana, mãe da aluna Kethily do 2° período, essas atividades se tornaram produtivas e divertidas. Toda a família pode participar e aprender junto com a menina. “Foi muito satisfatória, uma alegria poder participar dessas atividades juntos da minha filha. A dança foi a que mais gostamos de fazer, nos divertimos muito”, conclui.

Laura Barbosa (estagiária) / Ascom Semed

Fechar