Atividades em parques de Maceió auxiliam pessoas com ações voltadas à saúde mental

Ação busca levar atendimento de forma mais confortável, acessível e de forma gratuita

O Dia Mundial da Saúde Mental, comemorado neste domingo (10), foi criado com o intuito de lembrar sobre a importância de um debate abrangente acerca dos riscos envolvendo o tema. Por isso, na capital, o Parque do Horto e o Parque Municipal recebem uma iniciativa que buscar levar atendimento para quem necessita de forma mais confortável e acessível, além de gratuita.

O projeto “O parque te escuta”, idealizado pelas psicólogas Karine Braga e Christiane de Sá Dantas, em parceria com a Prefeitura de Maceió, tem o objetivo de atender as pessoas de forma pontual, mas com a possibilidade de obter encaminhamento para um processo terapêutico a longo prazo. Somente este ano, nas 9 edições realizadas, mais de 60 pessoas foram acolhidas e orientadas pelo projeto.

Parques de Maceió recebem atividade voltada à saúde mental. Foto: Secom Maceió
Parques de Maceió recebem atividade voltada à saúde mental. Foto: Secom Maceió

G.T, de 41 anos, afirma que conheceu a iniciativa ao fazer uma visita no Parque do Horto e, a partir dali, começou a acompanhá-lo.

“Vi as placas indicativas no Parque do Horto e fui conhecer o projeto. Depois disso, procurei nas redes sociais e consegui atendimento. O projeto trouxe uma nova forma de ver a vida, criei uma conexão comigo mesma e passei a enxergar o mundo de outra forma. Com certeza indico para as pessoas passarem por essa experiência e se cuidarem mentalmente”, disse.

Coordenadora dos Parques de Maceió, Rafaela Brito destaca a essencialidade de se manter bem mentalmente e enaltece o projeto. “É uma ação muito importante em prol de toda a população de Maceió. O projeto traz escutas emergenciais que podem mudar a vida de uma pessoa. Além disso, é algo acessível para as pessoas que necessitam de um atendimento especializado”, afirmou.

Karine Braga, psicóloga e uma das idealizadoras do projeto, afirma que a data deve ser levada a sério, pois o momento em que a sociedade está passando requer um atendimento especializado.

“Esse dia nos chama a atenção para algo muito importante, que não deve ser deixado de lado. O cenário atual que estamos vivenciando tem refletido muito na saúde mental das pessoas. A instabilidade emocional está cada vez mais presente e sentimentos negativos tem se tornado frequentes”, disse.

Atendimento realizado com visitantes do parque. Foto: Ascom Sudes
Atendimento realizado com visitantes do parque. Foto: Ascom Sudes

O projeto acontece mensalmente e, devido a pandemia, vem alternando entre plantões presenciais, realizados no Parque Municipal de Maceió ou Parque do Horto e atividades online. A edição de setembro está prevista para a próxima semana.

“É primordial que a população entenda que doença mental não é frescura ou falha de caráter. Esses conceitos precisam ser quebrados, porque só contribui a desencorajar as pessoas a buscar auxílio necessário. A falta de conhecimento pode ser muito prejudicial na recuperação do paciente”, completou a psicóloga.

Para mais informações sobre os parques de Maceió ou sobre o projeto, o cidadão pode entrar em contato através das redes socais (@parquedohorto / @parquemunicipaldemaceio / @oparqueteescuta).

Plantão Psicológico atendeu mais de 60 pessoas este ano. Foto: Ascom Sudes
Plantão Psicológico atendeu mais de 60 pessoas este ano. Foto: Ascom Sudes

Alexandre Vieira / Ascom Sudes

Fechar