Após mudança de local, comerciantes do Food Park Pajuçara aumentam vendas

Empresários constataram o aumento de clientes no novo espaço durante a primeira semana de funcionamento

A primeira semana da mudança proposta pela Secretaria Municipal de Segurança Comunitária e Convívio Social (Semscs) de realocação do Food Park do Alagoinhas foi um sucesso de público e de vendas. Antes localizado no antigo Alagoinhas, na Ponta Verde, os 18 food trucks agora estão na orla de Pajuçara, ao lado da Feirinha do Artesanato.

O prazo dado para que a mudança fosse realizada pelos empresários foi até o último domingo (14), mas os comerciantes não perderam tempo e um dia antes do prazo expirar, no sábado (13), o Food Park Alagoinhas estava funcionando no novo endereço.

Food Park Pajuçara começou a funcionar no último sábado (13) após os empresários saírem do Alagoinhas. Foto: Patrick Fernando / Ascom Semscs

De acordo com Thiago Prado, secretário municipal de Segurança Comunitária e Convívio social, a troca de local foi motivada para garantir um melhor espaço aos comerciantes e clientes que frequentam o Food Park.

“O Food Park Pajuçara já é um sucesso. Acompanhamos a movimentação nessa primeira semana e observamos o intenso fluxo de pessoas na área, a qual já era privilegiada com a presença da feirinha da Pajuçara. Com certeza todos ganharam com o novo local, que é amplo, com um banheiro público próximo, é sinônimo de mais conforto para todos”, afirmou o secretário.

Foi esse o caso do Kléber Melo, 37 anos, que trabalha com o Food Truck há nove anos, sendo sete deles localizados no Alagoinhas, e logo no sábado (13) levou o trailer Caneca para vender petiscos e choppes artesanais.

“Nessa primeira semana tivemos excelentes resultados, o movimento foi bastante intenso e como estamos no ‘coração’ da Pajuçara, com um fluxo enorme de pessoas, região cheia de hotéis, impulsionou as nossas vendas“, afirmou o comerciante ao agradecer a Prefeitura de Maceió pela iniciativa.

“A atual gestão olhou para os empresários de uma outra forma, com a cabeça mais aberta para o ramo dos food trucks, agora é trabalhar bastante nessa alta temporada, porque as expectativas tão muito positivas.

Kléber Melo estava há sete anos no Alagoinhas e aprovou a mudança de local feita pela Prefeitura. Foto: Arquivo Pessoal

Igor Lopes, dono do Desfiados, estava há três anos no Alagoinhas e também não demorou para fazer a mudança, que aconteceu no domingo passado (14). O empresário disse que o primeiro final de semana superou todas as expectativas e essa realocação vai abrir novos caminhos, novas oportunidades.

“O resultado tem sido muito bom, todo mundo está bastante feliz, com foco para fazer tornar esse Food Park em mais um ponto turístico de Maceió, que seja reconhecido nacionalmente, temos força para isso acontecer. O Food Park veio para agregar ainda mais valor no local junto com a Feirinha da Pajuçara e com o Pavilhão do Artenasato, fazendo com o que turistas e maceioenses se sintam ainda mais acolhidos”, contou o comerciante.

A expectativa de Igor Lopes é tornar o Food Park Pajuçara reconhecido nacionalmente. Foto: Arquivo Pessoal

Feira do Artesanato – O aumento de público também foi sentido pelos comerciantes que trabalham na feira do artesanato, que fica ao lado do Food Park Pajuçara. Para Oguimar Aparecido, 51 anos, vendedor de chapéus, saídas de praia, camisas com proteção ultravioleta e outros artigos de praia, a ida dos food trucks para a Pajuçara foi um ganho para todos.

“Somente nesse primeiro final de semana da mudança, sentimos um aumento de uns 60% dos visitantes, que estava esperando por uma mesa, ou esperando o lanche e iam até as nossas bancas na feirinha para ver os nossos produtos”, comemorou o comerciante.

O comerciante de artesanato, Oguimar Aparecido, também teve a clientela ampliada com a abertura do Food Park Pajuçara. Foto: Arquivo Pessoal

O artesão Henrique Barros, 31 anos, vende há seis anos brincos, pulseiras e colares artesanais na Pajuçara e também ficou impressionado com a primeira semana de movimento com a chegada do Food Park.

“A mudança dos food trucks feita pela prefeitura acabou comtemplando nós que trabalhamos na feirinha do artesanato, percebemos que tanto os turistas como povo de Maceió gostaram desse ‘novo espaço’, onde todos estão ganhando. É só agradecer e esperar que mais pessoas venham apareçam por aqui para comprar nossos produtos e lanchar no Food Park”, disse.

João Victor Barroso / Ascom Semscs

Fechar