APELO – Membros da SAMU cobram distribuição de EPIs

Maria da Conceição. Foto cortesia

Após a morte da vítima pelo novo coronavírus, Maria da Conceição, de 58 anos, colegas da servidora do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) cobraram a distribuição de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), como forma de prevenir a contaminação do vírus, que vem fazendo milhares de vítimas no mundo inteiro. Em Alagoas, 15 mortes já foram registradas, conforme divulgou a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), nesse domingo (19).

Um funcionário do Samu, que preferiu não se identificar, informou que o uso de EPIs está restrito aos médicos e enfermeiros do serviço, enquanto técnicos e demais funcionários estão usando máscaras cirúrgicas, mas sem nenhum tipo de proteção segura. “Para se ter ideia, estamos comprando equipamentos para poder ir trabalhar”, completou.

Ele disse, ainda, que servidores estão com uma sobrecarga de trabalho, além de externarem um descontentamento contra o Governo de Alagoas, por não tomar medidas cabíveis, a fim de sanar o problema.

Por fim, ressaltou que, até o momento, nada foi sinalizado quanto à distribuição dos aparatos necessários, deixando vulneráveis todos aqueles que trabalham na linha de frente no combate à pandemia.

Por meio de nota, o Sindicato dos Trabalhadores em Seguridade Social no Estado de Alagoas (Sindprev/AL) informou, no entanto, que já acionou a Justiça Federal (JF), Ministério Público Estadual (MPE) e Defensoria Pública do Estado (DPE) para garantir o fornecimento, pelo Estado, dos EPIs, além de melhores condições de trabalho para esses profissionais.

Além disso, o sindicato também solicitou que fossem feitas testagens permanentes nos trabalhadores da Saúde que atuam diretamente com pacientes contaminados. “É preciso uma ação efetiva por parte dos gestores para que possamos evitar mortes, como a da companheira Maria da Conceição”, finaliza o documento.

Em resposta, a Sesau, por meio do Samu, esclareceu que os EPIs são distribuídos normalmente aos servidores. “Sobre os Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), eles estão sendo distribuídos para todos os profissionais da assistência, tanto as máscaras cirúrgicas como as máscaras N-95, assim como luvas, óculos de proteção, aventais e os macacões impermeáveis, e sendo usados de acordo com as indicações do MS E OMS”, explicou o Samu.

Fechar