Anvisa recomenda a suspensão da vacina da AstraZeca para gestantes

Comunicado emitido pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária foi divulgado no dia (10)

Em comunicado emitido na noite dessa segunda-feira (10), a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recomendou a suspensão imediata do uso da vacina contra a Covid-19 da AstraZeneca/Fiocruz para mulheres gestantes. A decisão é resultado do monitoramento de eventos adversos feito de forma constante sobre as vacinas em uso no país. Maceió vai seguir a recomendação da Anvisa.

O imunizante da AstraZeneca/Fiocruz vinha sendo aplicado, com prescrição médica, em gestantes do grupo prioritário, como trabalhadoras da saúde ou que possuem comorbidades. Contudo, com a nova recomendação, só serão aplicadas a Coronavac e a Pfizer. A orientação está em Nota Técnica emitida pela agência.

Foto: Polyanna Monteiro – Ascom/SMS

De acordo com Fernanda Rodrigues, diretora de Vigilância em Saúde de Maceió, a suspensão será mantida até que ocorra uma nova orientação por meio do Programa Nacional de Imunização, do Ministério da Saúde. Estados como São Paulo, Rio de Janeiro, Mato Grosso, Paraíba, Porto Alegre e Pernambuco também já anunciaram a suspensão.

A Anvisa ressalta, ainda, que o uso de vacinas em situações não previstas na bula só deve ser feito mediante avaliação individual por um profissional de saúde que considere os riscos e benefícios da vacina para a paciente. A bula atual da vacina contra a Covid-19 da AstraZeca não recomenda o uso da vacina sem orientação médica. A Anvisa também não especificou quantos e quais eventos a agência identificou em mulheres grávidas.

Ana Cecília da Silva – Ascom/SMS

Fechar