SSP economiza R$ 1,5 milhão em licitações e fortalece a segurança em Alagoas

A Segurança Pública de Alagoas segue melhorando os serviços prestados à população assim como as condições de trabalho dos profissionais e, consequentemente, reduzindo os índices criminais em todo o estado. Um dos fatores responsáveis pelo fortalecimento da segurança é a economia nos processos de aquisição de bens e serviços, que permite maiores investimentos na área.

Nas modalidades licitatórias utilizadas é realizada a disputa pelo fornecimento de bens ou serviços à distância em sessão pública, que possibilita a negociação com os licitantes para diminuir o valor, gerando economia. De acordo com a Chefia Especial de Procedimentos Licitatórios da Secretaria de Estado da Segurança Pública de Alagoas (SSP/AL), foi economizado cerca de R$1,5 milhão entre janeiro e outubro deste ano nos processos.

O Chefe Especial de Procedimentos Licitatórios, Washington Luiz, explica que os modelos utilizados geram maior competitividade e, assim, possibilita maior economia aos cofres públicos.

“Uma das modalidades que nós utilizamos é o pregão eletrônico, oportunizando não só as empresas do estado, como também empresas de todo o país, ampliando a competitividade. Em cada licitação que se consegue gerar economia, seja na parte orçamentária ou financeira, nós conseguimos empregar o dinheiro em outros projetos e outras aquisições da Segurança Pública”, afirmou.

A radiocomunicação é um dos exemplos de como a economia possibilitou melhorias para a segurança. Com um investimento total de mais de R$ 29 milhões – sendo mais de R$ 28 milhões recebidos do Governo Federal –, Alagoas foi o primeiro estado do Nordeste a adotar o sistema em todo o seu território.

O recurso que, inicialmente, era para ser utilizado em tecnologia nas cidades de Maceió e Arapiraca, foi usado nos 102 municípios alagoanos, por meio da economia de mais de 50% na primeira licitação e rendimento até a execução do pagamento, quando o equipamento chegou a Alagoas. Somente com a aquisição dos rádios portáteis, em 2019, foi economizado R$ 992.686,00.

Na primeira fase de implantação, a cobertura foi desde Santana do Ipanema até Barra de Santo Antônio. Já na segunda fase, o sistema cobriu todo o resto do estado, reforçando e integrando ainda mais as forças da Segurança Pública.

Outras aquisições que possibilitaram grandes economias foram a solução de hiperconvergência, que atende as necessidades da secretaria no tocante a atualização e expansão da infraestrutura de processamento e armazenamento do Datacenter e serviços de TI, e a contratação de seguros para os helicópteros Koala e Esquilo B2.

Essas duas aquisições geraram aos cofres públicos uma economia de R$ 445.916,00, sendo R$ 300 mil da solução de hiperconvergência e R$ 145.916,00 da contratação de seguros para as duas aeronaves da Segurança Pública.

Para o secretário da Segurança Pública, Lima Júnior, o trabalho realizado pela Chefia Especial de Procedimentos Licitatórios é de grande importância para que a pasta realize o trabalho como é feito hoje. “Com as economias, nós conseguimos investir ainda mais em nossas forças e oferecer à população o retorno que ela espera desses investimentos”.

Ascom – 29/11/2019

Fechar