Segundo IBGE, Alagoas é o segundo estado brasileiro com maior índice de pobreza

Um levantamento divulgado nesta quarta-feira (6) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), apontou que mais de 40% da população de Alagoas vive em condições de pobreza monetária, com uma renda mensal menor que R$ 145, 00. É o segundo maior percentual do Brasil. Os dados se referem ao ano de 2018 e são da Síntese de Indicadores Sociais (SIS), do instituto.

Conforme os dados, os fatores limitam acessos da população a serviços básicos como saúde, alimentação, educação, transporte e segurança. Baseando-se nos critérios do Banco Mundial, que considera viver na miséria quem tem acesso a menos de US$ 1,90 por dia, R$ 7, 76 na cotação atual, o levantamento revelou que 10% dos alagoanos estão abaixo da linha da pobreza.

No Brasil, o estado que apresentou percentual mais alto foi o Maranhão (53,0%) e Alagoas aparece logo em seguida.

Segundo IBGE, o Brasil tinha, em 2018, 13,5 milhões de pessoas vivendo em condições de extrema pobreza. O estado do país com o menor percentual é Santa Catarina, com menos de 10% da sua população. Sergipe, Bahia e Ceará também estão entre os dez primeiros com pessoas em condições de pobreza extrema, segundo o estudo.

07/11/2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar