Consórcio Nordeste apresenta potencialidades ao Ministério da Economia da Alemanha

Os governadores do Nordeste encerram, nesta sexta-feira (22), a missão internacional à Europa. Em cinco dias de trabalho, eles atuaram com o objetivo de atrair investimentos para áreas comuns à região em setores como sustentabilidade, infraestrutura, turismo, saúde, segurança pública, saneamento e energias limpas. A viagem foi uma das primeiras articulações internacionais feitas pelo Consórcio Nordeste.

Para o governador de Alagoas, Renan Filho, a missão promovida pelo Consórcio Nordeste foi fundamental porque possibilitou uma “grande oportunidade” para apresentar as potencialidades regionais, por meio de uma ferramenta moderna, eficaz e com personalidade jurídica própria.

“Eu termino essa missão com a clara impressão de que é fundamental, cada vez mais, apresentarmos para o mundo que temos condições de fazer investimentos, de torná-los rentáveis e, com a geração de emprego e renda, melhorar a vida da nossa gente, ampliando as nossas relações comerciais”, afirmou Renan Filho.

O Consórcio Nordeste é um instrumento político-jurídico criado no intuito de consolidar uma série de ações estratégicas cooperativas entre os Estados, vinculadas às áreas do desenvolvimento econômico; infraestrutura; ciência, tecnologia e inovação; desenvolvimento social; segurança pública e administração penitenciária; meio ambiente; gestão pública; articulação política, jurídica e institucional; e comunicação.

No último dia da missão à Europa, em Berlim, na Alemanha, os governadores cumpriram agenda no Ministério da Economia, de Relações Exteriores e na Agência de Fomento para o Desenvolvimento da Cooperação.

“No Ministério da Economia, tratamos das potencialidades da nossa região, que tem forte potencial para geração de energia limpa, para o desenvolvimento do turismo e para a ampliação de toda a rede de saneamento”, informou Renan Filho.

“Já na Agência de Fomento para o Desenvolvimento da Cooperação, pudemos aprofundar mais os projetos. Tive a oportunidade de falar um pouco sobre os de Alagoas, especialmente no tocante ao avanço na área da fruticultura irrigada, do Canal do Sertão, dos investimentos em saneamento, da melhoria contínua do nosso aeroporto, que agora é administrado por uma empresa europeia, mas que necessita da chegada de novos voos – como anunciamos recentemente o da TAP, mas também, quem sabe, atrair novos voos da Alemanha e de outros países da Europa”, acrescentou Renan Filho.

Além da captação do voo que ligará Maceió a Portugal pela companhia aérea TAP, a viagem à Europa rendeu a Alagoas o anúncio da instalação de uma unidade da rede de hotéis Vila Galé, que investirá R$ 120 milhões na construção de um empreendimento na Barra de Santo Antônio, Litoral Norte do Estado.

Acompanharam o governador de Alagoas na missão internacional os secretários de Estado Maurício Quintella, da Infraestrutura; e Rafael Brito, do Desenvolvimento Econômico e Turismo. Além de Renan Filho, também participam da viagem os governadores Rui Costa (Bahia), Camilo Santana (Ceará), João Azevêdo (Paraíba), Paulo Câmara (Pernambuco), Wellington Dias (Piauí), Fátima Bezerra (Rio Grande do Norte), assim como o vice-governador Carlos Brandão (Maranhão).

Ascom – 22/11/2019

Fechar