COMPRAS POR APLICATIVO – Marx quer call center permanente a disposição de consumidores

Realizar uma compra ou contratar um serviço por meio de um aplicativo é algo extremamente comum hoje em dia. Mas, infelizmente, nem sempre o atendimento é realizado a contento. E quando ocorre algum problema, poucas são as plataformas que oferecem um canal de atendimento tipo call center para o cliente registrar sua reclamação ou pedir providências.

Mas um Projeto de Lei (PL) do deputado federal Marx Beltrão (PSD) quer mudar esta realidade. De nº 6483/19, a proposta impõe a obrigatoriedade de as empresas que gerenciam estes aplicativos ofertarem centrais de atendimento telefônico permanente para seus clientes. O projeto é um avanço no Código de Defesa do Consumidor e, se aprovado, beneficiará milhões de consumidores em todo país.

Na justificativa do Projeto, o parlamentar afirma que “o avanço das tecnologias digitais, apesar de fundadas no acesso imediato e multiplataforma aos potenciais clientes, vem, contraditoriamente, criando obstáculos para o contato dos consumidores com os fornecedores na busca de solução dos frequentes problemas que ocorrem nas negociações virtuais” diz o parlamentar em seu Projeto de Lei. Ou seja, o cliente destes aplicativos vivem um contrassenso: conseguem realizar pedidos on line, mas não conseguem atendimento humanizado quando de suas queixas.

O objetivo deste Projeto, afirma ainda Marx Beltrão, é “inspirado em semelhante iniciativa apresentada no Senado (PLS 481/2017), mas arquivada em razão do final da legislatura – é assegurar aos usuários de aplicativos o direito à informação, comunicação e atendimento de suas demandas, obrigando a disponibilização de canal de atendimento telefônico aos consumidores”.

Fechar