BATEU O MARTELO – “Leilões Freire” dificulta cadastros para beneficiar empresários

A agência de Leilões Freire estaria dificultando o cadastro de interessados no leilão dos aparelhos da Apple apreendidos em operação da Receita Federal. Conforme denúncia que chegou ao A Notícia, a leiloeira teria como foco apenas atender empresários, que estão se inscrevendo como pessoas físicas, já que empresas não podem participar do certame.

“Não estão nem analisando as documentações. Tudo indica que já está tudo armado para apenas empresários comprarem todos os aparelhos”, denunciou um interessado em participar da hasta.

A suspeita aumenta quando a Leilões Freire sequer atende os telefones disponibilizados ao público. “Estão desligados há duas semanas e nem respondem o WhatsApp”.

E para revoltar ainda mais quem tenta fazer o cadastro, a empresa deixou bem claro no site institucional: quem não tiver o cadastro analisado a tempo não participará do leilão.

“Sendo que não estão analisando o de ninguém”, destacou o denunciante indignado com a situação. O A Notícia entrou em contato com a empresa pelos telefones disponibilizados pelo site (3223-5212 e 3221-7439), mas não obteve sucesso confirmando o descaso.

 

Fechar