AGORA É VEZ DELAS – Brasileirão Feminino retorna com estrelas da Seleção

Principal competição nacional do futebol feminino, a Série A1 do Campeonato Brasileiro começa neste sábado recheada de estrelas. Um ano após a CBF tornar a modalidade obrigatória para os clubes da elite, a competição volta trazendo nomes de Seleção.

É o caso das atacantes Cristiane (Santos) e Duda (São Paulo), da meia Andressinha (Corinthians) e da goleira Bárbara (Kindermann-SC).

Ferroviária-SP

Campeã do Brasileiro e vice-campeã da Libertadores, a Ferroviária renovou com dez atletas para 2020. Entre elas, está a goleira Luciana, destaque no time e eleita melhor camisa 1 do Brasileiro e do Campeonato Paulista de 2019.

Por outro lado, perdeu a lateral Rosana, ex-seleção brasileira, para o Palmeiras. Referência no futebol feminino, a equipe estreia na Série A1 de 2020 sob o comando da técnica Tatiele Oliveira, que foi eleita melhor comandante do campeonato no ano passado.

  • Quem chegou: a lateral-esquerda Bruna Natieli; as meias Amanda Brunner (ex-Iranduba), Pati Sochor e Sâmia; a atacante Elisa e a coordenadora de futebol feminino, Carolina Vallim de Melo.
  • Quem renovou: a goleira Luciana (melhor do Brasileiro 2019); as zagueiras Gessica e Luana; a lateral Barrinha; as volantes Carol Tavares e Rafa Andrade; a meia Rafa Mineira, e as atacantes Adriane Nene, Ludmila e Aline Milene.
  • Quem saiu: a lateral Rosana e a coordenadora de futebol feminino Ana Lorena Marche, que foi para a Federação Paulista de Futebol.

Flamengo

Campeão carioca no ano passado, o Flamengo estreia no campeonato nacional deste ano sob as mesmas condições em que disputou a última temporada: em parceria com a Marinha do Brasil. Para 2020, no entanto, somente uma contratação partiu do edital promovido pela entidade, caso da meia Jayannne.

Todas as outras seis contratadas chegaram ao time por escolha do clube. Nas últimas temporadas, a maior parte do elenco era definido pela Marinha, enquanto o clube buscava apenas peças pontuais à equipe.

Quem chegou: a lateral-esquerda Dantas,; a volante Edna Baiana,; as meias Carlinha, Jayanne e Kelly, e as atacantes Annaysa e Michele Carioca.

Quem saiu: as zagueiras Day e Andressa Pereira; a lateral Fernanda Palermo; as meias Gaby, Bia Menezes e Sâmia Pryscila, e as atacante Larissa e Dany Helena.

Corinthians

Atual campeão da Libertadores e vice do Brasileiro, o Corinthians chega para a Série A1 de 2020 com um reforço de peso no elenco. Trata-se da meia Andressinha, que disputou duas Copas do Mundo e uma Olimpíada pelo Brasil.

Pelo segundo ano trabalhando de forma independente – sem parceria com outras equipes, como costumava acontecer no Timão -, o clube paulista renovou com maior parte do elenco da última temporada e segue sob o comando do técnico Arthur Elias.

Quem chegou: a lateral Poliana, a meia Andressinha e a atacante Pâmela.

Quem renovou: as goleiras Lelê, Tainá Borges, Paty e Taty Amaro; as zagueiras Carol Frisanco, Mimi Souza, Giovana Campiolo e Erika; as laterais Juliete Oliveira, Suellen, Paulinha, Katiuscia e Tamires; a volante Ingryd; as meias Gabi Nunes, Maiara, Vic Albuquerque, Diany, Gabi Zanotti e Grazi; e as atacantes Cacau, Adriana Leal e Giovanna Crivelari.

Quem saiu: a atacante Millene Fernandes.

Santos

Pioneiro e referência na modalidade, o Santos estreia no Brasileiro com uma equipe reformulada para 2020. Em meio às dispensas, contratou 15 atletas e inicia a temporada com reforços de peso no elenco. Trata-se das atacantes Cristiane, um dos principais nomes da Seleção, e Thaisinha, multicampeã pelo Peixe entre 2009 e 2011. Após cair nas quartas de final para a campeã Ferroviária, no ano passado, o time entra em campo sob o comando do técnico Guilherme Giudice tentando ir mais longe na competição.

  • Quem chegou: as zagueiras Nath Rodrigues, Tayla, Tainara e Day Silva; as laterais Giovanna, Fe Palermo e Fran Bonfanti; as meias Brena, Bia Menezes, Gaby Soares, Erikinha e as atacantes Cristiane, Laryh e Thaisinha.
  • Quem renovou: as goleiras Michelle e Nicole; a lateral Katielle; a meia Rita Bove e as atacantes Maria Dias, Amanda Gutierres e Ketlen.

Palmeiras

O clube reativou a modalidade no ano passado, quando entrou em vigor a exigência da CBF – através do Licenciamento de Clubes – para que todos os participantes da Série A do Brasileiro tivessem um time de futebol feminino atuante.

A equipe existe em parceria com a prefeitura da cidade de Vinhedo, em São Paulo. No ano passado, o Palmeiras chegou às semifinais da Série A2 e, com isso, conquistou o acesso à Série A1 do Brasileiro. Entre os destaques do elenco para 2020, está a lateral Rosana, ex-Seleção e que jogou a Libertadores de 2019 pela Ferroviária.

  • Quem chega: a goleira Karen; a zagueira argentina Agustina; a lateral Rosana; as meio-campistas Angelina, Ary Borges e Stefany e a atacante Ottilia. Monica, também atacante, retorna após passagem pelo Corinthians na Libertadores.
  • Quem renovou: as goleiras Vivi e Jully; as zagueiras Thais, Stella e Thalita Samara; as laterais Isabella Fernandes, Juliana Passari e Vitória Kaissa; as volante Nicoly, Karla Alves; as meias Maressa e Livyan e as atacantes Bianca, Ana Lurdes, Carla Nunes.

 

 

 

Fechar